Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
13/06/20247,500,00
06/06/20247,500,00
29/05/20246,900,00
24/05/20246,900,00
Notícias
11/06/2024 •  FAVESU 2024 é sucesso de informação e público
11/06/2024 •  FAVESU 2024 é sucesso de informação e público
10/06/2024 •  Semana Nacional da Carne Suína 2024: ABCS lança a 12ª edição da maior estratégia de incentivo ao consumo de carne suína no varejo brasileiro!
07/06/2024 •  Últimos ingressos disponíveis para o 333 Experience Congress 2024!
Eventos
26/06/2024 •  333 Experience Congress
02/07/2024 •  Suinfair 2024
06/08/2024 •  Siavs 2024
14/08/2024 •  16º Simpósio de Suinocultura e 15ª Pig Fair
Galerias
01/08/2022 •  Confira as fotos da Suinfair 2022
31/01/2020 •  Confira as fotos da 10ª Suinfest - 2018
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
Notícias

Laboratório de Saúde Animal do IMA amplia escopo de serviços



Diagnóstico de Síndrome Reprodutiva e Respiratória dos Suínos contribui para comprovar ausência de circulação viral no estado

O Laboratório de Saúde Animal (LSA) do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), implementou, neste mês, um novo escopo de atividades, o diagnóstico de Síndrome Reprodutiva e Respiratória dos Suínos (PRRS), em atendimento a uma solicitação do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). O objetivo é a realização do teste sorológico de triagem (ELISA) para promover a vigilância ativa da doença em Minas Gerais. A medida contribui para comprovar a ausência de circulação viral no estado, aumentando as chances de detecção precoce de casos ou de reações sorológicas compatíveis com ocorrência de transmissão da doença.

No Brasil, a PRRS nunca foi registrada e o país adota procedimentos para mitigar o risco de introdução desta doença. O novo escopo implantado no LSA impacta positivamente a defesa agropecuária no estado, pois trará mais eficiência na execução das medidas estabelecidas no Plano integrado de Vigilância.

De acordo com o fiscal agropecuário do IMA, Guilherme Canhestro de Faria, dada a importância dos impactos econômicos e sociais no caso de introdução da PRRS no Brasil, se faz necessário fortalecer o sistema de prevenção, vigilância e resposta a uma possível detecção da doença. "O Departamento de Saúde Animal (DSA) do Mapa estabeleceu em 2021 o Plano Integrado de Vigilância de Doença dos Suínos visando fortalecer a vigilância da Peste Suína Clássica (PSC), da Peste Suína Africana (PSA) e da PRRS em todo território nacional. Determinou-se, então, que para a realização dos testes sorológicos de triagem da PRRS será sempre utilizada a rede de laboratórios públicos e credenciados pelo Mapa, da qual o LSA faz parte", explica.

As amostras processadas no LSA serão enviadas pelos fiscais agropecuários seguindo um cronograma e uma amostragem estabelecidos pelo Mapa em conjunto com a Gerência de Defesa Sanitária Animal. Caso haja alguma amostra inconclusiva ou positiva detectada no LSA, a mesma será enviada ao Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA) de Pedro Leopoldo (MG) para realização do teste confirmatório.

Acreditação

O LSA é acreditado na Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre) do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) desde 2016 e, para a manutenção da acreditação, o laboratório passou por uma reavaliação no período de 24 a 27 de abril de 2023.

O LSA solicitou ao Inmetro a extensão de escopo para inclusão do diagnóstico de PRRS pela técnica de ELISA (teste imunoenzimático). Durante a auditoria, toda a documentação e procedimentos necessários para a realização do teste foram avaliados.

 

 


26/05/2023 - Notícias Agrícolas

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label