Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
19/05/20226,000,00
12/05/20226,500,00
05/05/20227,200,00
28/04/20227,200,00
Notícias
20/05/2022 •  Análise do mercado de suínos britânico e europeu
19/05/2022 •  Em mais uma semana de queda da Bolsa, discussão é para se compreender o momento da suinocultura
19/05/2022 •  Dados de abate do primeiro trimestre indicam crescimento da oferta em 2022 e reforçam as causas dos baixos preços pagos aos produtores
19/05/2022 •  Confira as normas de Biosseguridade para o Congresso IPVS2022
Eventos
01/06/2022 •  Palestra Basetto Agro: Qualidade da água na suinocultura
09/06/2022 •  6ª Feira de Avicultura e Suinocultura Capixaba (FAVESU)
17/06/2022 •  Semana Nacional da Carne Suína
24/06/2022 •  IPVS2022
Galerias
31/01/2020 •  Confira as fotos da 10ª Suinfest - 2018
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
05/07/2016 •  Fotos: Jantar de Abertura 9ª Suinfest (dia 05/7)
Notícias

Bolsa fecha em queda na segunda semana de maio




“Estou dizendo, mais uma vez, que Minas Gerias não é uma ilha”, disse Alvimar Jalles/consultor de marcado da ASEMG, novamente, na discussão da Bolsa de Suínos de Minas Gerais (BSEMG) nesta quinta-feira (12/05). O discurso ia de encontro ao que o consultor falou na semana anterior – mostrando que Minas Gerais deve se atentar ao mercado nacional e a baixa nos preços de outros estados influenciam – e muito – o mercado mineiro.
Na discussão da Bolsa, foi bem diversa a realidade dos produtores em diversas regiões do estado. Alguns mantiveram estabilidade, outros falaram de cargas canceladas e dificuldade de vendas. Diante de um mercado travado e com vendas suprimidas por conta da alta oferta nacional, a BSEMG sofreu uma queda e fechou em R$6,30 enquanto a BSim ficou em R$6,50.
 
Na ampla discussão defendendo uma Bolsa fechada, produtores afirmaram que, apesar da queda, o preço fechado pode trazer segurança e lucidez ao mercado. No embate preço X acordo, Jalles disse, que é preciso que estabelecer um preço compatível com o mercado: “Se a gente começa a gravar preços que não funcionam, lá na frente a gente pede a oportunidade de ganhar quedas de braços”, concluiu o consultor.
 
Fernando Araújo, diretor de mercado da Assuvap classificou a situação como realinhamento de mercado e disse o seguinte: “O mercado de suínos está especulado, a volatilidade dos preços de carcaças e concorrência de suínos de outros estados pressionaram as cotações”.

12/05/2022 - Redação

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label