Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
29/10/20209,600,00
22/10/20209,600,00
15/10/20209,100,00
08/10/20208,600,00
Notícias
29/10/2020 •  Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim) define preço a R$ 9,60
29/10/2020 •  [DB - Empresa +Parceira] Novos núcleos DB-DanBred elevarão a produtividade da suinocultura nacional
28/10/2020 •  [MSD - Empresa +Parceira] Utilização de Zuprevo - Período de adaptação de nulíparas em uma granja
27/10/2020 •  Assuvap/Coosuiponte abraça campanha do Outubro Rosa
Galerias
31/01/2020 •  Confira as fotos da 10ª Suinfest - 2018
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
05/07/2016 •  Fotos: Jantar de Abertura 9ª Suinfest (dia 05/7)
Notícias

[Na mídia] Importações de carne suína em agosto dobraram em relação ao ano passado, diz alfândega chinesa




As importações chinesas de carne suína em agosto dobraram em relação ao ano anterior, para 350 mil toneladas, segundo dados alfandegários divulgados na quarta-feira, à medida que aumentava seus estoques de carne para preencher uma enorme carência doméstica

 

Por Portal do Agronegócio

 

As importações, no entanto, desaceleraram em relação ao recorde do mês anterior de 430.000 toneladas, uma vez que os surtos de coronavírus em algumas fábricas nos principais países exportadores reduziram o número de fábricas com permissão para embarque para a China.

 
Os importadores chineses trouxeram enormes volumes de carne este ano, depois que a doença da peste suína africana matou milhões de porcos nos últimos dois anos no maior produtor mundial de carne suína.
 
 
As importações de carne suína de janeiro a agosto foram de 2,91 milhões de toneladas, um aumento de 133,7% em relação ao período correspondente de 2019.
 
 
As importações podem desacelerar ainda mais depois que a China proibiu os embarques da Alemanha, seu terceiro maior fornecedor, neste mês, após relatos de peste suína africana em javalis.
 
 
No entanto, espera-se que a produção da China se recupere depois que seu rebanho suíno cresceu 31% em agosto do ano, após grandes esforços desde o ano passado para reconstruir o rebanho.
 
 
Os preços domésticos da carne suína caíram para 44 yuans por kg na semana passada, após tocar em 51 yuans no início de julho, mas ainda são quase o dobro do período correspondente do ano passado.
 
 
As importações de carne suína, incluindo miudezas, somaram 450 mil toneladas, elevando o total importado no ano até agosto para 3,83 milhões de toneladas, mostram também os dados.
 
 
 

07/10/2020

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label