Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
19/06/20195,900,00
13/06/20195,700,00
06/06/20195,400,00
30/05/20195,100,00
Notícias
24/06/2019 •  Confira os próximos eventos da suinocultura
19/06/2019 •  Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim) define preço a R$ 5,90
17/06/2019 •  [Na mídia] Governo publica medida provisória que acaba com data limite do CAR
17/06/2019 •  [Na mídia] Exportações de carne suína brasileira crescem no primeiro semestre de 2019
Eventos
31/12/2019 •  Clique na data ao lado e confira a nossa agenda de eventos
Galerias
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
05/07/2016 •  Fotos: Jantar de Abertura 9ª Suinfest (dia 05/7)
30/10/2015 •  Parabéns Ponte Nova!!!
Notícias

Seminário debate o mercado globalizado e o futuro da suinocultura brasileira




 

Mais de 50 suinocultores, estudantes e profissionais do setor estiveram reunidos na sede da Assuvap, na última quinta-feira (6), para o Seminário Mercado Globalizado. O evento, realizado pela Assuvap e pela ABCS, recebeu palestrantes renomados que alavancaram o debate sobre as oportunidades em relação a sustentabilidade, bem-estar animal e qualidade da ração em fábricas próprias, temas considerados essenciais para o futuro da suinocultura brasileira.

 

O presidente da Assuvap, Fernando Araújo, abriu o evento discorrendo sobre o cenário atual da suinocultura da região e a tendência de crescimento do setor. Em seguida, o pronunciamento do presidente da Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves/MG), José Eustáquio, e da Fernanda Almeida, também representando a associação de veterinários.

 

O início das palestras foi logo na sequência, com o médico veterinário Iuri Machado apresentando as cartilhas distribuídas pela ABCS. O palestrante explicou os três capítulos do material, começando pelas estratégias de gestão e avaliação da eficiência das granjas. “Produzir suínos é transformar grãos em carne”, disse. Ele apresentou tabelas com números e estimativas das exportações de milho para afirmar que “hoje, o Brasil é um dos maiores exportadores do grão”. O profissional também analisou a variação de preços do milho, por ser, segundo ele, informação importante para que o produtor se planeje para o mercado futuro.

 

Os outros capítulos foram sobre biosseguridade interna e externa, onde passou um panorama dos surtos de peste suína africana na Ásia e informações da peste suína clássica no Brasil, e explicou alguns modelos que melhoram utilização dos dejetos, podendo ser eficientes para fertirrigação, por exemplo.

 

 

A segunda palestra foi ministrada pela médica veterinária Charli Ludtke, que iniciou com algumas perguntas ao público: “O que é bem-estar? É possível avaliar o bem-estar?”. Segundo a profissional, a resposta é sim. “Para nós, bem-estar é saúde, boa alimentação, boa instalação e comportamento apropriado. E mesma coisa é válida para os suínos. São os princípios básicos”, afirmou.

 

Ludtke também fez uma relação entre o bem-estar animal (BEA) com o uso de antibióticos, para, na sequência, elucidar sobre a resistência bacteriana x uso de antibióticos. “É importante termos o uso consciente dos antibióticos”, disse. “Estima-se que nos próximos anos as bactérias serão as maiores causadoras de mortes humanas. Muitas vezes os antibióticos já não estão funcionando”, relatou, ao afirmar a importância de se tratar a cadeia animal e a saúde humana como um bem-estar único, ou “uma só saúde”.

 

E já pensando no futuro da suinocultura, ela afirmou: “Adequado manejo reflete em produto de qualidade. A suinocultura precisa trabalhar para a harmonia entre meio ambiente, produção e o social. É possível produzir e abater corretamente. Temos que ter orgulho de fazer bem feito, com um sistema de produção responsável”.

 

Stefan Rohr fechou o evento, elencando os desafios e oportunidades na aplicação das boas práticas nas fábricas de rações próprias. Uso prudente de antibióticos também foi discutido pelo profissional, além de explicar os equipamentos básicos de uma fábrica de ração, requisitos higiênico-sanitários dos equipamentos e utensílios, cuidados no armazenamento dos produtos, assim como controle de resíduos para evitar proliferação de pragas nas fábricas de rações.

 

O Seminário Mercado Globalizado foi uma realização da Assuvap, Coosuiponte, ABCS e FNDS, e contou com o apoio da Asemg, do Frigorífico Saudali, do Sebrae, da Pollysel e das empresas +Parceiras da Suinocultura cota ouro: Bayer/Dianagro, DB, Nutritec, Farmabase, MSD, Ourofino; e +Parceiras prata: Sauvet, Vansil e Uniquímica.

 

Após evento foi realizada a Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim). Clique aqui para mais informações.

 


10/06/2019 - Comunicação Assuvap

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label