Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
26/11/20207,700,00
19/11/20209,100,00
12/11/20209,600,00
05/11/20209,800,00
Notícias
26/11/2020 •  Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim) define preço a R$ 7,70
25/11/2020 •  Entrada da China no mercado de grãos irá revolucionar a produção de milho
25/11/2020 •  [MSD - Empresa +Parceira] Gestão sanitária no controle de doenças na suinocultura intensiva
24/11/2020 •  AgroLive do dia 27 de novembro será sobre o desafiardo ano de 2020
Galerias
31/01/2020 •  Confira as fotos da 10ª Suinfest - 2018
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
05/07/2016 •  Fotos: Jantar de Abertura 9ª Suinfest (dia 05/7)
Notícias

Coosuiponte amplia serviços e investe no laboratório de micotoxinas




São analisados sorgo, soja, farelo de trigo e milho
  
 
A Cooperativa dos Suinocultores de Ponte e Região/COOSUIPONTE inova mais uma vez, trazendo benefícios, qualidade e segurança ao cooperado, após a ampliação do Laboratório de Micotoxinas. Proporcionar ao cooperado soluções eficientes e confiáveis, através das análises, são de extrema importância para a saúde dos animais nas granjas. Em novo espaço, o laboratório conta com a presença da médica-veterinária e responsável técnica, Tamires Gomes, e do José Antônio Magalhães responsável por toda a operação, que vai desde o preparo da amostra ao resultado das análises.
 
 
“A análise auxilia o produtor nas tomadas de decisões em relação as micotoxinas, assim como a ocorrência de sinais clínicos e a prevalência das mesmas na região da Zona da Mata”, explica Tamires Gomes. O mapeamento das micotoxinas, nos ingredientes, será registrado e divulgado em um Banco de Dados, virtual, onde o cooperado terá acesso. Esse registro irá auxiliá-lo em tomadas de decisões à médio e longo prazos. “Analisamos sorgo, soja, farelo de trigo e milho. O ideal é que seja feita análise do ingrediente e estimar a quantidade de contaminação na ração, uma vez que a análise de rações pode gerar resultados não fidedignos”, relata a médica-veterinária.  
 
 
Desde a chegada da Tamires houve uma evolução nos serviços prestados ao produtor que, a partir de agora, conta com visitas regulares às granjas. Entre as ações desenvolvidas durante as visitas estão o acompanhamento técnico daqueles produtores que já utilizam o Premix fabricado pela Coosuiponte na alimentação dos suínos e daqueles que têm outras demandas internas, como por exemplo auxiliar na elaboração de planos de ação que contribuirão para o desenvolvimento da granja e realizar análises em sanidade animal e manejo. Todas as visitas são gratuitas e garantidas pela Cooperativa. 
 
 
Laboratório
 
Além de ser de fácil acesso, já que o Laboratório fica nas dependências da Cooperativa, no Espaço Interagir, este serviço é oferecido sem nenhum custo. As análises são feitas e entregues, semanalmente. “Atendemos o cooperado de forma a oferecer um serviço sem custo e que auxilia nas tomadas de decisões em relação às micotoxinas. A partir de agora, passaremos a orientar os cooperados quanto à importância de uma amostragem feita com qualidade e com empresas parceiras. A ideia é fazermos, também, treinamentos para auxiliar na leitura dos laudos emitidos pela Coosuiponte”, destaca Tamires Gomes, que tem ao lado dela e à serviço do cooperado, um analista com 24 anos de experiência laboratorial. “Desenvolvemos uma nova instalação para podermos ter melhores resultados e cuidados com as análises, assim desenvolvendo ainda mais nossa credibilidade frente ao cooperado”, relata Tamires.
 
 
Na edição anterior da Revista Cultura Suína, trouxemos de forma detalhada os processos de coleta de amostras e como as análises de micotoxinas influenciam diretamente no controle de qualidade.  
 
 
Para usar o laboratório são necessários:  
 
  1. É necessário que a amostragem seja representativa do lote;
  2. 200g de amostra são suficientes para que a análise seja realizada;
  3. A Coosuiponte guardará a contraprova da amostra durante um mês, para que haja a reanálise caso necessário;
  4. As análises são realizadas às terças e quintas;
  5. Assegurar que as amostras sejam entregues na recepção, identificadas corretamente.
 

09/11/2020

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label