Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
12/12/20196,500,00
05/12/20196,100,00
28/11/20196,000,00
21/11/20196,000,00
Notícias
13/12/2019 •  [Na mídia] ABCS conquista publicação da IN 48 em 2019
12/12/2019 •  Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim) define preço a R$ 6,50
06/12/2019 •  Jantar Fraterno: do ato solidário à celebração das conquistas da suinocultura
05/12/2019 •  Nosso Jantar Fraterno 2019 será nesta noite! Já confirmou sua presença?
Eventos
31/12/2019 •  Clique na data ao lado e confira a nossa agenda de eventos
Galerias
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
05/07/2016 •  Fotos: Jantar de Abertura 9ª Suinfest (dia 05/7)
30/10/2015 •  Parabéns Ponte Nova!!!
Notícias

Seminário de Energias Renováveis apresenta projetos inovadores para a suinocultura regional




 

Energia renovável é, de certa forma, um fator fundamental para o desenvolvimento econômico do país. Na suinocultura do Vale do Piranga, investir em energia já é possível e viável desde 2012, e tem se tornado uma prática importante para reduzir os custos de produção e aumentar a competitividade. Pensando em ampliar as discussões sobre o tema e atualizar as informações, a Assuvap e o Sebrae realizaram, na última quinta-feira (25/7), no Espaço Interagir, o primeiro Seminário de Energias Renováveis de Ponte Nova/MG.

 

Mais de 30 pessoas participaram do evento, dividido em cinco palestras com renomados profissionais do setor. A primeira ficou a cargo do analista do Sebrae, responsável pelo setor de energia em Minas Gerais, João Paulo Palmieri, que apresentou as tendências e oportunidades para a região. “Quando você cria tratativa e possibilidades para trazer energia elétrica barata, você está falando em desenvolvimento dos negócios”, explicou Palmieri, ao citar algumas fontes limpas e renováveis viáveis para a suinocultura, como biogás e energia solar.

 

Segundo ele, a palestra foi motivada para que os produtores tenham condições de gerar sua própria energia, em especial através dos biodigestores, onde a classe já consegue injetar energia na rede da concessionária (Cemig) e tem cinco anos para compensar.

 

Na sequência, o gerente executivo da Associação Brasileira do Biogás (ABiogás), Alessandro Sanches, iniciou um produtivo debate sobre a geração de energia através de biomassa/biogás. O profissional mensurou o potencial enorme que a região possui e que pode ser melhor aproveitado, uma vez que o biogás é uma alternativa econômica e sustentável. Segundo dados levantados pela ABiogás, o Sudeste tem 46% do potencial de biogás do país, sendo a suinocultura a principal atividade na geração desta energia. Minas Gerais abriga 12% do potencial nacional.

 

 

 

Durante o bate-papo, suinocultores relataram a dificuldade em aproveitar toda essa energia produzida, devido algumas limitações técnicas, e desenvolveram, junto ao palestrante, diversas sugestões de aproveitamento desse biogás para a região do Vale do Piranga, sendo uma delas, a criação de uma cooperativa de energia para a região. (O tema será detalhado na próxima edição da revista da Assuvap e Coosuiponte).

 

Quando se fala em geração de energia, acesso ao capital é um quesito a ser estudado. A terceira palestra do seminário recebeu representantes do Sicoob e do Banco do Brasil para explicarem os projetos ambientais e sociais dessas instituições que beneficiam os produtores rurais e o agronegócio, como as alternativas de financiamentos para ganho de produtividade.

 

O tema seguinte foi “Inovação no segmento de energia”. O consultor, Wilson Caldeira, apresentou algumas tendências no segmento de energia, que, segundo ele, passa por um momento de mudanças significativas. “Precisamos de energia, seja para nossas casas, carro ou empreendimento. É necessário pensar fora da caixa e encontrar o modelo que melhor adequa às nossas necessidades”. E uma dessas necessidades na suinocultura é a redução dos custos na granja e a geração da própria energia, sendo o biogás e a energia solar, excelentes alternativas.

 

Se o escoamento do excedente energético produzido for um problema, a TMJ Soluções Blockchain – empresa especializada em matriz energética – trouxe uma possível solução. Os sócios-fundadores da empresa, João Villatoro e Matheus Zocatelli, foram convidados a apresentar, na quinta e última palestra do seminário, uma nova alternativa para a energia que sobra na rede: “Compramos a energia elétrica para abastecer nossas máquinas mineradoras de criptomoedas”, diz Villatoro. Para entender melhor o assunto, confira a reportagem completa, clicando aqui.

 

 

As palestras do seminário contaram com apoio da Bionar Energia e Engenharia e das empresas +Parceiras da Suinocultura cota ouro: Bayer/Dianagro, DB, Nutritec, Farmabase, MSD, Ourofino; e +Parceiras prata: Sauvet, Vansil e Uniquímica.

 

Confira mais fotos, abaixo. Outras serão disponibilizadas, em breve, na página do Facebook.

 


29/07/2019 - Comunicação Assuvap/Coosuiponte

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label