Bolsa de Suínos
DataDiferidoTributado
11/01/20184,200,00
04/01/20184,200,00
28/12/20174,200,00
21/12/20174,200,00
Notícias
12/01/2018 •  Entidades iniciam 2018 com evento solidário
11/01/2018 •  Bolsa de Suínos do Interior de Minas (BSim) define preço a R$ 4,20
10/01/2018 •  Jantar Solidário será em 11 de janeiro
04/01/2018 •  Site da Assuvap e Coosuiponte tem número elevado de acessos
Galerias
07/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 07/7
06/07/2016 •  Fotos: 9ª Suinfest, dia 06/7
05/07/2016 •  Fotos: Jantar de Abertura 9ª Suinfest (dia 05/7)
30/10/2015 •  Parabéns Ponte Nova!!!
Notícias

Suinocultura apoia projeto vencedor




 

O relógio prega 10h. Os competidores assumem seus postos, desfrutam rapidamente daquele frio na barriga, que procede qualquer grande evento. Nesse momento, a vida passa pela cabeça. Todo treinamento, todo esforço é colocado à prova. Agora, não há mais tempo nem mesmo para o nervosismo. Num pestanejar de olhos, seria dada a largada, o ponto ápice de uma recente, porém brilhante, carreira. Pela frente, 80 metros com barreiras. 12,66 segundos. Esse foi o tempo que Pâmela Hipólito, 14 anos, precisou para conquistar o terceiro lugar da principal competição nacional: os Jogos Escolares da Juventude 2017, realizado em Curitiba/PR, entre os dias 12 e 16 de setembro.

 

A pequena Pâmela, de Oratórios/MG, com menos de 1,60m, chegou a Curitiba apenas com o necessário. Voltou de lá com a bagagem cheia, mais experiência para a vida e uma medalha de bronze pendurada no pescoço, entregue pela campeã mundial Fabiana Murer. Apesar da pouca idade, Pâmela, que realizara apenas a sua segunda viagem de avião, aprendeu a voar.

 

Ela é participante do Centro Regional de Iniciação ao Atletismo de Oratórios (Cria Oratórios), que a Assuvap e a Coosuiponte apoiam desde 2014. Um projeto vencedor, que conquistou Minas e, agora, o pódio nacional. Além de Pâmela, outros quatro atletas participaram do nacional, mais o seu técnico, José Guimarães Pereira Júnior, o Juninho, que foi convocado como um dos Técnicos da Seleção Mineira de Atletismo. Maria Luiza Brandão (14) foi pela segunda vez à competição. Luana de Abreu (13), Jonas Leonardo (14) e Débora Leite (12) fizeram suas estreias. Para eles, o primeiro ano de muitos.

 

Atualmente, são mais de 100 jovens participantes do projeto, todos vencedores, com histórias e momentos de superação. A Assuvap e a Coosuiponte se orgulham de todos eles. As entidades contribuem, anualmente, com recursos para prover o melhoramento da estrutura física, oferecendo melhores condições de treino. Mas o pódio, claro, é mérito do esforço e força de vontade de cada um destes atletas. E já foram muitas conquistas.

 

Somente em 2016, nos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), os atletas do Cria subiram no pódio dez vezes, alternando com medalhas de ouro, prata e bronze. Em 2017, pela mesma competição mineira, antes de disputarem o evento nacional, a equipe acumulou cinco medalhas de ouro, em diferentes modalidades do atletismo. Essa conquista histórica, segundo Juninho, estava dentro das expectativas da equipe. Conhecendo o potencial dessa talentosa geração de atletas, era de se imaginar que algo grandioso estaria por vir.

 

“É a consagração do Projeto CRIA Oratórios”, diz o técnico. “Provamos que com muito trabalho e organização os resultados aparecem. É disso que nosso esporte precisa: gente que queira fazer as coisas acontecerem de verdade. Nos empenhamos muito para isso. Nada caiu do céu”, relata. “Logicamente, não ganhamos nada sozinhos. Tivemos muitos parceiros nessa caminhada, entre eles a Assuvap e Coosuiponte, que são fundamentais”, completa.

 

“A maior parte da Seleção Mineira Escolar de Atletismo na competição nacional foi do município de Oratórios. É muito orgulho. Nossas crianças, que antes mal saíam da nossa região, pegaram um avião até Curitiba para representar seu estado e competir de igual para igual com os melhores atletas do país”, avalia Juninho, sem esconder, nas palavras, a sua emoção.

 

O projeto

 

O CRIA é uma ação com apoio da Prefeitura Municipal de Oratórios através da Secretaria Municipal de Educação. A parceria da Assuvap e Coosuiponte se estende até o ano de 2018. Outro representante da suinocultura, o Frigorífico Saudali também apoia os alunos/atletas do Cria, através de seu programa “Atleta Saudali”.

 

Segundo Juninho, que é o coordenador geral do Cria, o projeto tem um objetivo nobre: dar oportunidade às crianças carentes da cidade de Oratórios. “Usamos o esporte como instrumento de cidadania, ajudando cada um dos alunos a descobrir e desenvolver seus talentos”, explica.

 

E o resultado, vem em forma de medalhas.

 


08/12/2017 - Comunicação Assuvap

Para sua segurança, altere a sua senha!


Informe a senha antiga, a nova senha e, em seguida, repita a nova senha e clique o botão salvar.


Senha Antiga


Nova Senha


Repita a Nova Senha


   
Label